Deixe-me ser seu alicate

Não leia, não entenda, não, não.




Eu já perdi minha chance por conta das cicatrizes que ainda não via. Eu não sei de nada, mas nunca disse que sabia de alguma coisa. Agora eu sei porque aquele anjo vinha me falar no ouvido para não fazer, não perder, não deixar ir embora um móvel santo de minha casa. Eu jamais admiti.
Quando se molha demais o vaso, nao adianta tentar esquentar, expondo a flor ao sol: só piora. Eu quase só piorei, perdida nos homens e longe de quem estava perto de mim o tempo todo.
Eu devo dizer a ele o quanto antes. Mas o quanto antes parece estar eternamente depois.
Então eu, desgraçada como você me ve agora, posso pedir uma coisa? Se eu não há como eu ser salva como você quer, poderia salvá-lo? Nao posso sair disso sem tê-lo feito, é minha missão. Ajuda!
Minha falta será compensada pela presença dele, apenas deixe-me ser seu alicate.

0 escafandrinhos disseram algo: