Liberdade selvagem e frases pós-criadas


Epifania é tão pouco.
Não sei que nome dar ao que acabo de ter passado.
A árvore do lado de fora era isolada: o mundo apenas existia para ela. Como passa-me pelos olhos tal coisa em todo o momento e só agora venho a ver?
Sociedade, está tudo errado! Organizamo-nos de forma errada, trabalhamos para sustentar o que odiamos, nos arrumamos para agradar quem não merece beleza. O que é beleza?
Eu acabo de decidir que não quero muito para viver. Porque quanto mais eu crescer, maior desejarei ser. Quando o pensamento ocupa mais do que se necessita, o necessário se expande para o meio do corpo e este se torna fútil. E devo lembrar que toda enfermidade começa por dentro.
Preciso mesmo é de sorrisos, de alguém para compartilhar meu choro; e que ele seja também de tristeza, para que assim seja possível diferir o triste do alegre. Quero uma casa no campo, como citei há pouco tempo. Quero amoreiras no quintal, esquilos nas árvores, redes nos pilares, música a todo momento.
Quero agradar quem não está acostumado a ser servido, dizer ao vento lirismos, ouvir as respostas que Deus vai me dar. Que eu primeiro perdoe, para descobrir que amo. E que tenha consciência de que amo a vida para que ainda possa perdoá-la.
Não há hierarquia, não há rico, não há menos importante. Rotulou-se tudo que é visível mas os rótulos não fazem barulho o suficiente para serem enxergados.
Essa liberdade tem gosto de espírito.
Esse espírito se parece com o futuro.

7 escafandrinhos disseram algo:

Nine Frescorato disse...

Amei seu cantinho, seguindo...
=*

Anônimo disse...

Lindo =] ...

tenho uma surpresa pra vc,
mas soh posso entregar quinta =x

e um convite, que amanha eu faço..

Beijo =*

Carolina Hermanas disse...

Coisas simples, mas que são necessárias para um sorriso transparecer pelo nossos lábios :)


Saaaaudades daqui *_*

Rodolpho Padovani disse...

E que esse futuro não demore a chegar... gostei muito desse, bem leve e suave, fui lendo e compartilhando alguns desses "querer"

Bjs =)

Flávia disse...

Nossa, que textinho mais lindo! =)

Parabéns pelas doces palavras!
Senti todaa a paz e leveza desse texto!!!

Beijão

Nicole Zuñiga disse...

"E que tenha consciência de que amo a vida para que ainda possa perdoá-la." Nó, adorei esse! Você escreve incrivelmente bem, adoro vir aqui.. beijinhos Le

Sara Roosevelt disse...

vc é fhoda,
mas dessa vez, passou dos limites.
GLÓRIAS A ESSA EPIFANIA.
e qe a simplicidade te leve ainda mais alto, se assim for possível e que desse modo vc influencie ainda mais com belíssimos posts assim!
eu amei, obg mesmo !