You're not my angel, baby.

Escrever sobre você não é exatamente a forma de lhe fazer entender meu descaso com o que passou entre nós. Mas, vá lá.
Se me perguntar se foi bom, direi que sim: por breves instantes enquanto os beijos eram quentes como a fúria do fogo. E só nisso.
Se quiser saber se chorei, depois de meses juntos em que quebrei os laços, direi que não: não caiu uma lágrima, nem doce nem amarga. Muito menos salgada.
Se quiser saber se foi meu anjo, direi que não: eu fui seu anjo, quando precisou ficar no país por motivos que aposto que até você mesmo desconhecia.
Se quiser saber se me orgulho em estar dizendo tudo isso, responderei que não: nem um pouco. Arrogância me faz extremamente desconfortável mas eu não vejo outra forma de lhe comunicar.
Por último, se quiser saber por onde ando, vou lhe dizer que a vida não mudou tanto assim: mudei algumas roupas, li mais alguns livros, estive sorrindo mais e agora estou com o garoto que me faz sorrir.
Ande bem você também, seja lá onde quiser morar, com quem quiser dormir, e derivados.
Mas eu lhe imploro: me deixe quieta, respeite meu ser e minha solidão à qual não abdico. Se lhe ignorei, foi porque a educação me impediu de dar uma resposta furiosa.
Quando você menos esperar, estará indiferente ao meu nome também.

7 escafandrinhos disseram algo:

Winny Trindade disse...

"Se lhe ignorei, foi porque a educação me impediu de dar uma resposta furiosa."

Isso faz todo o sentido para mim.

Abraço meu.

Anônimo disse...

Scoobie dobie doo!!
where are you??
APAGA ISSO PELO AMOR DE GOD

¬¬
HUehu

=** .. aparece ae, rapidao

Franck disse...

Mudanças são boas, tanto as interiores como as exteriores...mas, ficar queitinho, tbém, adoro qdo a solidão me visita num livro, num filme, num texto como esse seu, numá música...
Bjs*
PS: Não tenho livro publicado e nunca pensei na possibilidade de... escrevo para exorcizar os demônios que me cercam, que nós cercam...

Thais Cristina, disse...

Wow! Adoro textos assim: respostas claras, rápidas e objetivas sem perder a boa educação.
É aquele diferença pequena, chamada de "classe". Até na hora de dizer adeus.

Adorei, muito bom como sempre!
Beijos :)

meus instantes e momentos disse...

um recado desses, é pra nao esquecer mais...
muito bom o texto.
Maurizio

Mariana disse...

' Ei flor.
No meu blog tem um selinho pra você, quando quiser dê uma passadinha para da uma olhadinha !
Beijos, Sucesso! :*

Anônimo disse...

Detaalhe, eu pedi pra apagar meu comentario e vc eskeceu.. ou deixou ele ai soh pra eu fikar com cara de bobo...

ou nao, pq nem puiz meu nome Xd

ou...
Ah.. queh sabe?!

vo para de escrever viw xD
antes que fike feioo ...

Beeijo lê,
teh breve =*

(plx, apaga os dois.. isso nem serve de comentario xD)