Das humilhações

Cabeça baixa, cachos sobre a testa: no fundo da melancolia que pensava estar escondendo havia uma mulher repreendida.
Humilhação não tem referência apenas ao prazer de quem humilha: traz consigo arrogância, descaso, descarne, despírito. Quando silenciou a mulher, não foi só a boca: a alma diminuiu no canto do peito, pediu perdão pelo quase-dito, desabou pelas veias até chegar ao céu: "Perdão! O que tão errado fiz?"Durante o restante do jantar, estabeleceu o dialeto circundado apenas por "Uhums", "Não seis" e "Pode sers". Sem voz nenhuma, ela apenas engole a comida, enquanto o parceiro de anos gargalha com uma piada endemoniada.A raiva dentro dela não é mais raiva, é conformismo. E o hábito do marido é o pior de todos.Ela é um objeto. Ele é o possuidor.

11 escafandrinhos disseram algo:

Bell Souza disse...

Uma bela crônica, muito forte e cheia de personalidade.

Rodolpho Padovani disse...

Ela é uma conformista, talvez quando perceber que quem manda em sua vida é ela mesma, ela aprenda a ser feliz.

Ah, fiquei contente que tenha gostado do conto e por ter lido as partes como tinha dito, o blog tá de páginas abertas pra ti.

Bjs...

PS: Pode chamar de Rô, hehe

Rodolpho Padovani disse...

Tem selo pra ti no meu blog

Bjs =)

Caroline disse...

Adoro muito os seus textos.
Amei esse também e achei bem marcante. Parabéns!

beijos

Jaqueline Jesus disse...

O pior de tudo é o conformismo. Quando nos conformamos com algo que está errado, acabamos com a nossa chance de fazer dar certo.
Muito tempo sem vir aqui, é a falta de tempo ;s
beijos linda;*

Lury Sampaio disse...

Gosto de como Chico, Caetano e outros letristas retratam a mulher às vezes, de um jeito bem verdadeiro se for exemplificar uma parte delas, como submissas que servem aos seus homens e que mesmo com a humilhação ou qualquer outro sentimento de desgosto, ainda amam esse homem e fazem tudo por ele.
E não que ela esteja satisfeita com isso, como descrevestes na crônica, mas ela leva...
beijos.

Thais Cristina, disse...

Nossa, adoerei mesmo!
Muito forte o texto porém, de uma forma ou de outra, depois de chorar hoje lágrimas presas à tempos, até que me identifico com a personagem.

p.s:saudades de passar aqui, mas sem net é fogo!

Beijos Lê!

Jeniffer Yara disse...

Infelizmente existem muitas mulheres assim,espero que isso um dia acabe!

Você sempre escrevendo muito bem!Espero poder voltar aqui mais e mais vezes.

Beijos.

MMS disse...

eu gostei do texto, e mostra bem a realidade de algumas mulheres, e ainda se conformam com o jeito que são tratadas :/

Mirian Brandão disse...

Adorei seu blog, não mude-o não por favor ele está legal desse jeito. Seguindo, me segue?

Franck disse...

Os dois estão conformados...na sua rotina, na sua vidinha...qdo um não quer, dois não brigam...
Uma boa semana!
PS: Pensei que vc tivesse tirao o acesso aos recados...que bom que deixou o link.