Diamantes vendidos

Fragmentos de textos/idéias/sei-lá-o-quês que eu gosto. Alguns são só introduções (meu diamantes brutos):


Voz rouca, tom oscilando enquanto tentava engolir a lágrima com a garganta. Minha mente prolixa queria que eu falasse tudo o que estava nela, então comecei:
"Você vai guardar essa carta. E não vai ler nunca. Vai guardar no bolso e vai embora agora, não vai olhar para trás." A voz irritante ainda saia engasgada. "E quando pensar em ler, vai rasgar ou engolir, mas não vai ler. Você vai se deitar e deixá-la sobre a mesa. E não vai ler. Então vai dormir e tratar de não sonhar com o que está escrito."

(meu)

---------------------------------------

Noite fria, a fogueira nos aquecendo. Estrelas pulavam do fogo e eu tinha certeza de que todas iam em direção aos olho dele, tamanho era o brilho que vinha do seu interior. O violão cantava ao som de Legião Urbana, e os dedos dele eram motivados pelo meu sorriso de menina. No momento mais improvável da noite pousou sobre um pedaço de lenha uma Borboleta Monarca. O seu alaranjado ficara vermelho com a luz do fogo, e suas antenas pretas se mexiam com o calor ao redor.

(meu)

---------------------------------------

Eu sou desajeitada quando preciso falar com poucas palavras. Minha mãe acha que vou ser uma péssima funcionária, porque eu derramo as coisas mexendo-as rápido demais. Eu falo muito alto. É como se na mesma hora que tenho uma opinião, ela tem que sair. Eu dou risada de coisas idiotas, porque elas fazem cócegas em mim.

E às vezes, eu desejo, eu desejo ser como Mariella. Ela arrumou uma cola-bastão e grudou os lábios um no outro. Então nunca tinha que falar, tanto que diziam que ela era quieta como rato: não dava um só pio.

Música "Mariella" da cantora Kate Nash (meu mais novo vício)

---------------------------------------


Você vai estar aqui quando meu coração parar de bater?E se estiver, será por estar ao meu lado ou por consumir o que restou? - Natália Mota, de uma postagem dela;

---------------------------------------


É só isso. Essa imagem é uma das mais lindas que vou ver na minha vida.

5 escafandrinhos disseram algo:

Bia disse...

Adorei le, super super mara o primeiro. Queria fazer isso!
Bjs e desculpe por não ter vindo aqui antes!

Camila. disse...

Eu adorei as frases, uma mais linda que a outra!
xx

Monique Premazzi disse...

Me vi muito nesta parte:

"Eu sou desajeitada quando preciso falar com poucas palavras. Minha mãe acha que vou ser uma péssima funcionária, porque eu derramo as coisas mexendo-as rápido demais. Eu falo muito alto. É como se na mesma hora que tenho uma opinião, ela tem que sair. Eu dou risada de coisas idiotas, porque elas fazem cócegas em mim."

Eu sou assim, exatamente assim KKKKK E as vezes sou chamada de desajeitada e criança.
Obrigada pelo toque, nem tinha visto que repeti a palavra D: Realmente ficou estranho, mas já vou arrumar.

AMO AQUI.
xx

Fernanda Pessanha disse...

Gostei dos pensamentos e sobre utilizar o meu texto com os créditos, tudo bem.
Gostei muito do blog, seguindo *-*

Trashy Fame disse...

oiie amor *-* estamos seguindo seu blog
se der passa lá no nosso tbm : www.thetrashyfame.blogspot.com