Alegria mansa


Desculpe-me pela ânsia de vomitar essas palavras. É meia noite e 12 e me sinto num impulso absurdo de escrever. Meu melhor amigo me pediu em namoro e estou naqueles momentos de alegria mansa. Me deu um colar delicado com dois pontos brilhantes que não quero tirar nunca do pescoço.
Tenho vontade de chorar. Na verdade, estou chorando. Esses momentos de graça me dão desespero: sei que vão acabar. Porque tudo acaba rápido comigo. Se estou feliz, me sinto avisada de que se queimará como palha ateada ao fogo. Quero deixar claro que escrevo para mim, e que qualquer ofensa improposital não está sob minha responsabilidade.
Sentei hoje na Starbucks com um chocolate quente na mão e tomei com cautela para não queimar a lingua. Não tinha ninguém no sofá comigo, só eu mesma com meus sentimentos. As pessoas passavam rindo à minha frente, e eu eventualmente ria junto, como se fosse comigo. Eu estava começando a ter aquela alegria mansa.
Cheguei em casa e sujei a calça da minha mãe com o resto do chocolate quente. Chorei porque ela estava triste e eu só tinha piorado ao sujar a roupa preferida dela. Tratei de limpar enquanto segurava o choro que não cessava. Liguei o secador para tirar a mancha d'água que tinha ficado na calça e, depois de secá-la, coloquei o secador sobre meu rosto.
As lágrimas foram se enxugando com o vento artificial e eu chorava agora por estar feliz. Era a alegria mansa que havia voltado, ela me preenchia das sapatilhas até o colar de pontos brilhantes, das unhas dos pés até a ponta dos cílios, dos pêlos até o espírito.
"Eu gosto de seu beijo." Ele disse para mim.
Meu diafragama está tremendo, sinto que a palha está queimando. Eu estou implorando, eu posso andar ajoelhada até não ter mais joelhos, pedindo para alguém assoprar a chama. Tem de ser urgente.

Apague
Apague
Apague!


Não posso deixar de ter essa alegria mansa.

9 escafandrinhos disseram algo:

Julia Melo disse...

vomitar essas palavras sauidhasi adorei.

Manuh *.* disse...

adorei a história
amei aqui
to seguindo tá?
xx

Julia Melo disse...

muito obrigada :D eu não especifiquei ali quem estava falando o quê pelo suspense da trama, mais em outras eu especifico sim :D

beijos

Milena' disse...

Não tem nada mais dia dos namorados e o diário da princesa. rsrsrsrsrsr
Letícia se apaixonando? :)
:*
p.s: Aqui é a Milena no antigo Listras Coloridas rs.

Thais Cristina disse...

"Não posso deixar de ter essa alegria mansa."

Ai, ai, ler seu texto só deixou tudo mais difícil pra mim, já que estou numa situação parecida, rs.

DORGAS, MANOLO huahuahua :]

- muito tempo sem vir aqui, nem sabia que tinha mudado de nome, hehe. muito lindo aqui e você sabe exatamente o que escrever SEMPRE *-* -

Graziely Marchese disse...

Sobre seus comentarios lá no blog, achei muito engraçado você dizer que mariposas te assustam. eu acho elas muito fofas e empolgadas. Sobre o Haikai, ela não sabe que ele não virá, por isso espera atormentada. A espera que atormenta e a incerteza.

Graziely Marchese disse...

Que lindo suas palavras! Reconheço até uma pontada de inveja aqui. Parece ser tão bom sentir isso, dessa forma que você escreve. Fiquei aqui contente por sua felicidade!
Beijoo

Bia disse...

Ownt...
essa história é verdadeira né!

Fernanda Pessanha disse...

Eu achei muito bonita a descrição e os momentos de alegria mansa, onde não há euforia, apenas a sensação de paz e prazer misturadas com a calma.