Literatura, inconformatura, frutratura


Títulos são dados, assim como temas lançados, e os textos dos participante precisam ter a ver com aquilo. Tudo bem, entendemos.
Mas francamente, qual é o meritismo? Eu leio tudo o que aqueles adolescentes escrevem e absolutamente nada me impressiona. Histórias de amor então, estou cansada de ver. É tudo tão deduzível, tão esperado e comum...
Se é para continuar lendo isso, então é melhor eu pegar a Mônica correndo atrás do Cebolinha com o Sansão que é mais criativo.
Eu não sei se estou forçando um pouco a barra, ou se o que eu digo dá a impressão de que meus textos são os melhores do mundo, porque a frustração está bem aí: dificilmente escrevo textos bons. Alguns amigos gostam do que eu escrevo, mas para eu produzir algo que eu mesma goste, é meio complicado (e raro). Sou muito exigente comigo mesma, e igualmente exigente com todos.
Se leio textos, acho defeito. Se olho para corpos, acho defeitos nas roupas, ou seu caimento, e as características. Minha mãe diz que é porque puxei um olho clínico dela.
Seja o que for, às vezes meter defeito em tudo me irrita.
.
PS: foto SUPER criativa com a Bia.

5 escafandrinhos disseram algo:

Bianca Ribas disse...

Olha, você pode exigir tudo, mas o seu comentário me fez mudar bastante. Tem pessoas que não gostam de levar criticas, e sim os comentários bobos: ''a que bonitinho o seu post''. Já eu prefiro os comentários que valem a pena a ler. Obrigada de coração pela critica. Sempre que puder e me lembrar vou voltar no seu blog para comentar. Bjks, e se quiser comentar mais desse seu jeito seu 'olho clinico' pode comentar viu!

Vitória Silva disse...

Olha, eu acho que todos tem direito de fazer o que der na telha. Se for pra falar de amor, por que não? É um sentimento tão lindo! Ainda mais quando é sentido na pele!
Mas cada um com seu ponto de vista.
Beijos, Vitória.

Leticía Gomes disse...

Oi Vitória :)
Mas imagina, eu acho que amor é o que motiva o homem, e se nem ao menos o vestígio dele estivesse nos textos, não haveria poesia, que é o que tento fazer no meu blog.
O que quero dizer é que é raro ver, em blogs de adolescentes, textos notoriamente criativos.
Eu nunca desaconselharia ninguem a escrever sobre o amor, na verdade, penso o contrário. E na verdade, não soi ninguém pra dizer o que cada um deve abordar em seus textos...
bom, enfim, só queria desfazer os mal-entendidos, se é que houve algum.
Obrigada pleos comentários gente, eu gosto MUITO de comentário.
beijos :*

Graziely Marchese disse...

Eu penso a mesma coisa. Tô cansada de visitar blogs e tudo que eu vejo são textos bobinhos e previsiveis.
Quer dizer é muito bonito falar sobre o amor e tudo o mais, acontece que da forma que a maioria das menininhas fazem fica muito superficial, e digamos que esse não é um adjetivo compativel com o amor.
E como adoro criticar...
kkkkkkk
Beijokas =)

cássia disse...

eu sinto um vazio quando olho para as pessoas ):