The way it goes


Éramos eu, meus fones de ouvido, a cadeira, o lago, e o vento.
Cada um provocava diferentes sensações em mim, como se fossem sentimentos.
Meus fones tocavam alguma batida de Switchfoot, do tipo bem calmo, que fazia com que tudo ao meu redor se resumisse à apenas um pensamento.

A cadeira era confortável o suficiente para eu não notar sua anatomia, o lago era azul e espelhava nuvens que se mesclavam com o céu, formando um esquema de cores agradáveis, complementado pelo vento, suave e intenso simultaneamente, me acalmando por fora e me aquecendo por dentro.

Minutos antes eu havia começado uma conversa com minha mãe. Tinha olhado ao meu redor, e tudo o que via era a mata. Linda, densa, alta e verde. Olhei para aquele mar de folhas e não pude evitar meus pensamentos em voz alta:

-É muito bom eu ter essa visão perfeita, e poder enxergar essas árvores, não é, mãe?
-Sim, é maravilhoso - respondeu algo perto disso.
-A única coisa ruim, é que há pessoas que não tem olhos saudáveis para isso.
-A única coisa pior do que não ter olhos saudáveis para admirar a natureza - ela finalizou -, é tê-los e mesmo assim não conseguir enxergar sua grandiosidade.

E era muito verdade. Verdade até demais, preferia me negar à aceitar.

Depois peguei minha música e fui sentar em frente ao lago, um metro distante de sua margem.

"Storm - Lifehouse": não, muito morto.
"Fuel - Metallica": não, muito agitado.
"Lost In Stereo - All Time Low": não, muito superficial.
"You - Swichfoot": that's what I'm talkin' bout.

Switchfoot me embalando, a brisa em meu rosto, e então eu não sei mais o que aconteceu. Era como se tudo de repente se tornasse harmônico, tudo se encaixasse.
Sem dúvidas, sem medos.
Sem pessoas me dizendo o que fazer e o que sentir.
Sem manipulações.
Eu, Deus, minha cadeira, meu fones, o lago, o vento.
Meus olhos saudáveis e perceptivos, minha expericência com a harmonia.


Playlist daquele dia:

-> Switchfoot:
-On Fire
-You

-> Lifehouse:
-You and Me

->Colbie Caillat:
-Magic.

E por aí vai.

0 escafandrinhos disseram algo: