Um pouco de Regina Spektor

Quem me conhece sabe que meu tipo de música tende a ser "desconhecida" pela maioria das pessoas. Eu gosto muito de uma cantora russa, que se chama Regina Spektor (Reginka, para os íntimos, que me lembra de Dimka, que é o Dimitri, que me deixa triste. Mas chega).


E queria compartilhar aqui com a galerinha uma letra muito, mas muito boa que ela fez. Ela toca o piano da música (assim como em todas as outras músicas) e há boatos de que ela já escreveu mais de 400 músicas diferentes. Tem cinco álbuns de estúdio e um CD demo. Mas vou parar de falar e falar, e deixar com vocês a tradução (de uma parte) de "Laughing With" ou "Rindo Com"

"Ninguém ri de Deus num hospital
Ninguém ri de Deus numa guerra
Ninguém fica rindo de Deus quando está famindo ou congelando ou muito, muito pobre
Ninguém ri de Deus quando o médico telefona após alguns exames de rotina
Ninguém ri de Deus quando fica muito tarde e as crianças ainda não chegaram da festa
Ninguém ri de Deus quando o avião começa a sacudir sem parar
Ninguém ri de Deus quando vê a pessoa que ama de mãos dadas com alguém mais
E deseja que esteja enganado
Ninguém ri de Deus quando os guardas batem em sua porta e dizem:
'Senhor, temos más notícias'
Ninguém ri de Deus quando há fome, fogo ou inundação
Mas Deus pode ser engraçado
Num coquetél de festa ao escutar uma piada sobre Ele
Ou quando os loucos dizem que Ele nos odeia
E ficam com o rosto tão vermelho que parece que estão explodindo
Deus pode ser engraçado
Quando dizem que te dará dinheiro se você apenas rezar da forma certa
Quando é apresentado como um gênio
Que faz mágica como Houdini
Ou que realiza desejos como Jiminy Cricket e Papai Noel
Deus pode ser hilário... Aham, aham...
Ninguém ri de Deus
Estamos todos rindo com Deus"
.
E para o desfecho, só alguma opiniões:
.
1: Ela é um pouco sarcástica, e um posuco irônica na letra. Principalmente das partes "implícitas" e muito reveladoras. Para mim, é como se ela estivesse dizendo: "Você não ri de Deus quando 'precisa' dele, mas quando está numa situação discontraída e longe do período, é muito fácil fazê-lo"
2: As situações que ela expôe são muito comuns. Principalmente em "Quando ficam loucos e vermelhos dizendo que Ele no odeia"; Isso é muito comum. Dando um exemplo similar, com um homem numa roda de amigos: "Daí cara, eu tive cer-te-za que Deus me odiava. Não é possível, tava f*dido"
.
Não é comum mesmo? E desculpe o palavrão, era para dar um ar de realidade à postagem. E as outras observações, que são á propósito, bem mais complexas do que as que eu acabei de fazer, vou deixar por conta do leitor.
Bem, e isso é mais uma parte do meu mundinho. Quero dizer, mundão. Porque ainda tenho muito mais para postar :)

0 escafandrinhos disseram algo: