Anna Nalick - Breath (2:00 AM)

Bem, aqui vai minha segunda tradução. O nome está vergonhosamente grande no título e não pretendo repetí-lo. Mas, só mais uma coisinha antes do trabalho: gente, muito obrigada, todos vocês que leram a postagem sobre o aborto... Eu me esforcei muito para ficar tudo perfeitinho (tirando uns erros heróicos que já corrigi), e vocês me deram resposta *-*
Bem, mas vamos focar na postagem: Breath - Respire


"Duas da manhã e ela me liga
porque eu ainda estou acordada
'você pode me ajudar
a apagar meu último erro?
Eu não o amo, inverno não foi a minha estação.
Nós passávamos as portas,
olhos tão condenantes os dele,
como se tivessem algum direito de criticar
.'
Hipócritas, vocês estão todos aqui pelo mesmo motivo.
Porque não conseguem se mover,
são como carros bitolados.
E a vida é como uma ampulheta
grudada numa mesa.
Ninguém acha um botão
de retrocedência, garota.
Então incline sua cabeça sobre suas mãos
e respire, apenas respire.
Tem uma luz em cada final desse túnel
no qual você está gritando.
Você está tão dentro
quanto jamais estará fora.
E esses erros que você cometeu,
você vai cometê-los novamente.
Se você apenas tentasse dar meia volta..."

Muito bom, eu adoro essa música. E essa mulher maravilhosamente linda na capa é a cantora, que fez a música inteirinha. Tinha muito mais coisa para traduzir, mas ia ficar sem sentido e as melhores partes já estão aqui. Espero que tenham gostado (ou pelo menos lido, já é uma grande vitória)! Só mais uma coisinha: a parte em verde escuro é o que a "garota"
falou para o eu lírico!

0 escafandrinhos disseram algo: