Voa, borboleta, com o vento...

"Se não for real, você não pode segurar em suas mãos, nem sentir com o seu coração, e eu não vou acreditar. Mas se for de verdade, você pode ver com seus olhos, mesmo na escuridão, e é onde eu quero estar..."

Não preciso de provas para acreditar em nada. O que me dizem e continuarão dizendo até eu morrer são apenas teorias, pois ninguém sabe ao certo o que cada coisa é ou significa. E pode acreditar, se isso nunca tiver passado pela sua cabeça, vai te fazer parar para pensar em alguma hora. E se nada disso que estiverem me dizendo for verdade? E, bem, e se tudo tiver um fundo de verdade? Eu não quero passar o resto da minha vida querendo desvendar o que eu era suposta a descobrir depois de viver...

Mas o ponto é que eu escuto todos os dias que Deus não existe, porque não podemos tocá-lo, ou vê-lo. Eu posso vê-lo. Eu olho pela minha janela e, sinceramente, é impossível de se acreditar que aquelas flores perfeitamente simétricas estão lá por simplesmente estar. Isso é mais absurdo ainda.

E como já ouvi antes: "O amor é com o vento: não posso vê-lo, mas posso senti-lo." Isso se aplica em tudo mais. Ora pois pois, duvido que alguém tenha visto o vento, apenas o vento, fisicamente. E me diga agora: você pode senti-lo? Aposto que sim. Então, ainda me dizem (ou diriam): e Deus é o vento? Ah, eu realmente acredito que sim.

Mas preciso concluir, antes que fique cansativo. Eu não preciso de razões ou teorias que me provem que o que eu penso está errado. Eu estudo que isso pode não ser certo na escola, mas o que me garante que todos os outros estão certos? Ou que eu mesma estou certa? Porque é tanto individualismo e arrogância, tanto senso comum que se chega à conclusão de que temos que estudar o que o Estado manda. Eu sei que isso não é ruim, na verdade, metado dos meus conceitos foram formados lá, e não estou falando apenas de teorias algébricas, isso é conhecimento mundano. Só quero que parem de encher minha cabeça com idéias fundamentalistas religiosamente, ou vazias espiritualmente.


E a letra, como sempre, do início da postagem, é de Paramore, "Brick By Boring Brick", do Brand New Eyes. Preciso dizer novamente que as músicas deles mexem comigo? Acho que não. Muito obrigada.

0 escafandrinhos disseram algo: