Oi, sou uma maçã.

Estava numa festa com a minha super-amiga Larissa no final de semana passado, no condomínio dela. A festa estava meio parada, mas até que tinha um pessoal legal para conversar. E quando eu digo pessoal, significa meninos mais velhos e legais e estilosos e gatos. Exagerei? Acho que sim, porque eles eram bem bobinhos.

Mas falando sério: meinos até 3 anos mais velho, na minha concepção, são naturalmente mais imaturos. Mas é lógico que há excessões. Ah, e como há... Mas vou deixar isso para as postagens seguintes.

Nós estavamos indo para a casa da Lari, porque a bebida tinha acabado, e no caminho de volta encontramos os meninos gatex. Eles já estavam bêbados (tipo, o maior absurdo) e fumando (tipo, mais absurdo ainda). Mas tudo bem né, eu bem que estou acostumada com esses caras que enchem a cara achando que é a coisa mais descolada do mundo. Me ofereceram cigarro, e cerveja, e umas bebidas com nome de nave espacial da NASA, e eu comecei a encher a cara com eles.

ASIUASHIASUHASUIAS brincadeira. Até parece que eu ia fazer uma coisa dessas, eu sou uma pessoa sana.

Bom, mas vou parar de "andar em volta do arbusto" (gíria americana) e falar o que eu queria falar na postagem: eles queriam ficar com a gente. Dos póros deles, eu sentia o cheiro de álcool saindo. O cheiro de cigarro. Só faltava cheirar maconha.

Mas eles eram lindos demais, eu estava quase indo. Mas eu recusei a tempo de não fazer a burrada de novo. Porque eu sempre (ok, não sempre) acabo ficando com uns caras idiotas só porque eles são bonitos. E quando isso acaba, eu fico parada, me auto-xingando de idiota e sem auto-controle. É sério, eu ainda ajo por impulso. Mas isso anda decrescendo, felizmente.

Quando a gente fez com que eles entendessem que não ia rolar nada, eles começaram a beijar umas meninas tosquinhas, e é AQUI que começa o meu nojo/imcompreensão/frustração/raiva.

Elas eram horríveis, elas tinham o cabelo liso queimado nas ponta e crespo gigante na raiz. Elas usavam aparelho e tinham a gengiva grande de não passar fio dental (essa parte é até que relevável, porque eu sou meio maníaca por dentes impecáveis) e usavam uns shorts que podiam substituir uma calcinha (eles eram menores que os meus, isso é quase impossível) quando não tinham nem bunda para encher aquilo. E aquelas blusas de piriguet? Tudo agarrada e com uns desenhos toscos. E elas estavam pegando todo mundo!
Quando eu vejo essas meninas, penso em duas coisas: 1: vale a pena ser o que sou quando quem "se dá bem" (só por uns tempos) são as putexas? 2: quando na minha vida vai aparecer alguém que entenda tudo que se passa na minha cabeça? Essas meninas não valem nada, mas elas são fáceis, e é isso que faz delas semi-deusas (mas só pelos próximos anos).

Ok, chega de empolgação, vou dar minha opinião (racional) sobre o assunto agora. Na verdade, eu vou colocar uma páragrafo que li uma vez e que já explica tudo. Depois disso, cada um que pense o que quiser. Aqui está, beijinhos:


"Mulheres são como maçãs;
as melhores estão no topo. Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, eles estão errados. Elas têm que esperar um pouco para o homem certo chegar... aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore !"

1 escafandrinhos disseram algo:

Leonardo Burns disse...

QUANDO EU LI O NOME DO POST EU ACHEI Q TINHA ALGUMA COISA A VER COM A FESTA TROPICAL , POR ISSO EU SOU UMA MAÇÃ OKASPOKSPAKPOSA