Melhor no chão

"Eu raspei meus joelhos enquanto rezava
E encontrei um demônio em meu paraíso mais seguro
Parece que está ficando mais difícil acreditarem qualquer coisa
Do que me perder em todos os meus sentimentos egoístas"


Para ele, nenhuma tulipa vermelha. Nenhuma lágrima, nenhuma expressão. Fui tomada no ápice da tormenta, então isso para mim foi a queda de uma pena durante um sono pesado.
O vermelho de minhas unhas está mostrando a minha força. Eu não irei desanimar, porque estou amando como nunca. Não ele, mas a vida. As cores, os sorrisos, os meus amigos que estão, realmente, sempre me animando. Eu estou cada dia mais feliz, cada dia mais viva, e cada dia mais sóbria.

1 escafandrinhos disseram algo:

Marie disse...

Eu nunca estou sóbria. Me derramo em taças de sangue apaixonado e me devaneio em frases inesperadas e declarações sem fim.